quinta-feira, 19 de junho de 2014

Re - a- prender

Me lembrou o "quick" de um filme de ficção que eu vi.

É como se a cada fase da minha vida tivesse sido necessário um tempo pra que eu escrevesse, descrevesse as coisas que eu não consigo dizer longe do papel, longe das palavras.

Lembro da aula de linguística.
Voz passiva- pra dizer com carinho um grande VAI TOMAR NO CU.

E essa música do rádio que conta de um amor que não se cansa... É tão irreal.

O amor cansado mais uma vez na minha vida.
Quando eu ficar velho vou ter me cansado de amar tanto, sentir tanto, escrever tanto...

4 comentários:

Ingrid Regina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tati disse...

Sempre que leio *amor* em você me lembro daquele escrito do Ulle, "bem me quer, - eu queria continuar caminhando sempre nessa parte mais rasa..."

Nunca me esqueci de ti, obrigada por ter me feito tão bem!

Beijos... Ouso dizer... beijos Guiga. Eita saudade do seu sorriso e da sua voz cantand...

Ingrid Regina disse...

iiii vem me ver então, dona Tati!

Tati disse...

Ir ver a srta dona Ingrid seria uma delícia! Vamos marcar algo? Por onde andam os seus passos? beijos